quarta-feira, 10 de maio de 2017

Missão IOCO - Ícaro - Ir


Ir


Para representar o ir, criamos o Ícaro. Ele  é um garoto aventureiro e gosta de grandes desafios. Leu o livro missionário “Aventura em um Fusca Azul” e ficou impactado com a experiência de chamada da missionária Elvira quando ainda era uma criança. Além disso um dos seus sonhos é participar do INVASÃO projeto missionário da JUBAM para adolescentes. Ele  deseja ser um missionário.




O conceito desses ícones (ir, orar, compartilhar, ofertar)  foram fundamentados pelas histórias bíblicas.
Para fundamentar o IR apresentamos a história sobre a prontidão de Filipe em obedecer a ordem de Deus, indo ao encontro do alto funcionário da rainha dos etíopes.

A missão de IR

Objetivos
O que queremosQue os participantes conheçam o personagem Ícaro e façam a ligação entre o desejo dele de se tornar um missionário e a obediência do personagem bíblico Filipe para cumprir a missão que Deus lhe deu.

Na área do saber
Que cada menino e menina e todos os envolvidos no ministério saiba que quando Deus chama alguém para ser um missionário, obedecer ao chamado é a melhor escolha

Na área do sentir
Que cada menino e menina se sintam seguros em obedecer a Deus, caso Ele os chame para a obra missionária.

Na área do fazer
Que cada menino e menina se disponha a ouvir Deus e qual chamado Ele tem para sua vida

ORDEM DO CULTO - ENCONTRO

Momento da História Bíblica
Texto -  Atos 8.26-40
Título: O resultado da obediência de Filipe

Preâmbulo
Fazer com as crianças a brincadeira “o mestre mandou”. Caso não conheça pode consultar o link abaixo:

Obs. Nesta oportunidade o sentido da brincadeira é que o mestre seja o professor e dê tarefas estranhas e difíceis às crianças, para que tenham dificuldade em realizar e comecem a reclamar.
No final da brincadeira dizer que a Bíblia conta um fato sobre Filipe um dos seguidores de Jesus que recebeu uma missão muito estranha, difícil e perigosa. Mas mesmo assim ele cumpriu a missão e o resultado foi maravilhoso.

História
Cartaz 1- Mateus 28.19 a “... Portanto, ide fazei discípulos de todas as nações, ...” (mostre o cartaz. Leia o versículo com as crianças.
Durante a história use o cartaz para identificar no mapa a localização de Samaria, Jerusalém, Gaza, Etiópia e a distância entre elas)

A etiópia era um país que ficava distante de Jerusalém. Mas Deus queria que o evangelho de Jesus Cristo chegasse até lá o mais rápido possível. Por isso Ele, que é sabedor de todas as coisas deu uma missão estranha a um dos seus seguidores que morava em uma das cidades de Samaria. Seu nome era Filipe. Filipe era um homem muito ocupado. Seu ministério de evangelização e ensino tomava todo o seu tempo e o de suas quatro filhas que eram profetisas. Eles trabalhavam muito.

Um dia um anjo do Senhor apareceu a Filipe e lhe deu uma MISSÃO. Ele deveria ir à estrada deserta que ligava Jerusalém a Gaza.

Por que será que Deus queria que Filipe deixasse todo o seu trabalho em Samaria e fosse a uma estrada que ficava em um deserto?

O sr. Filipe não sabia. Mas ele nem perguntou! Ele simplesmente se levantou e foi.

Quando chegou à estrada ela estava realmente vazia, porém daí a pouco eis que surge uma carruagem. Pela aparência transportava alguém considerado importante.
Ao avistar a carruagem o Espírito de Deus falou ao espírito de Filipe:
-- Aproxime-se da carruagem!

Filipe obedeceu imediatamente. E sabem o que ele viu? Viu que o passageiro lia o rolo das Sagradas Escrituras dos judeus. Lia o livro de Isaias que hoje está em nossa Bíblia. (Mostre na Bíblia onde está Isaias)

Mas quem era aquele homem com jeito de gente importante? Era um estrangeiro, alto funcionário da rainha da Etiópia, (mostre no mapa do cartaz 1) também chamada rainha de Candace. Ele havia ido a Jerusalém para adorar a Deus.

Ao aproximar-se da carruagem Filipe sem perder tempo perguntou:
-- O sr. entende o que o lê?
O funcionário da rainha disse que não e que não tinha ninguém que pudesse lhe explicar. E convidou Filipe a subir e sentar-se ao seu lado. Eles começaram a conversar.

A parte do rolo que o funcionário da rainha estava lendo falava sobre o Messias enviado de Deus para o resgate da humanidade de seus pecados, ou seja, falava de Jesus o Cristo. Filipe contou toda a história de Jesus. E então o funcionário da rainha compreendeu e aceitou a salvação oferecida por Jesus.

Enquanto conversavam passaram por um riacho e ali mesmo o funcionário da rainha vendo a água disse:
-- Eis aqui água. O que impede que eu seja batizado?

 Filipe respondeu:
-- Se você crê em Jesus como seu salvador, nada o impede - e Filipe o batizou.

Depois de ter sido batizado o funcionário da rainha seguiu seu caminho com alegria.
Quanto a Filipe o Espírito de Deus o direcionou para um lugar chamado “Azoto e, indo para Cesareia, pregava o evangelho em todas as cidades pelas quais passava” (v. 40)

Pela obediência de seguidores de Jesus como Filipe a mensagem do evangelho foi alcançando mais e mais lugares até chegar ao Brasil e a nós hoje.

(Volte ao cartaz e aponte para a imagem de Ícaro enquanto narra a continuação da história, desta vez focando o personagem)
Ícaro ficou muito impressionado com a experiência de Filipe e a proteção que Deus deu a ele naquela estrada deserta. Ele está alimentando uma grande esperança: participar de um projeto missionário da JUBAM. Ele leu, no site da Convenção, os testemunhos de alguns que participaram do Projeto “Invasão” e “Pescador Jovem”. Ícaro ficou muito impactado.

Ele ficou sabendo que durante o período dos projetos os participantes passam alguns dias nos campos onde os missionários trabalham e os ajudam, pregando, cantando e ensinando a Palavra de Deus. Muitas pessoas experimentam a salvação que Jesus oferece.

Depois que voltam do projeto os participantes se encontram em um culto chamado “culto da vitória” e compartilham as experiências que viveram.
(professor leia mais sobre os projetos Invasão e Pescador Jovem no link a seguir: http://www.batistasmineiros.org.br/site/paginas/p001_publicacao.jsp?c=113

·      Momento da Discussão

Dica para o professor - Fazer um semicírculo com as crianças para o momento da discussão, que se caracteriza pelas perguntas feitas pelo professor e respostas apresentadas pelas crianças com complemento final feito pelo professor.

1.     Deus falou ao coração de Filipe, dando-lhe uma MISSÃO: ir até a estrada deserta que ligava Jerusalém a Gaza. Na sua opinião por que Filipe nem perguntou a Deus o que iria fazer lá?
2.     Filipe obedeceu ao chamado de Deus imediatamente. Sua obediência foi fundamental para a conversão do funcionário da rainha dos etíopes.  Na sua opinião os seguidores de Jesus podem ainda hoje ter a mesma confiança em Deus?
3.     Qual foi o resultado da obediência de Filipe à ordem de Deus de ir à estrada deserta?
4.     Professor você tem inteira liberdade para elaborar outras perguntas para as crianças. O importante é que o amor à obra missionária seja plantado em seus corações.

Dica para o professor – algumas informações que podem ser importantes para o entendimento da história Bíblica:
Gaza – “território palestino composto por uma estreita faixa de terra localizada na costa oriental do Mar Mediterrâneo, no Oriente Médio, que faz fronteira com o Egito no sudoeste e com Israel no leste e no norte. O território tem 41 quilômetros de comprimento e apenas de 6 a 12 quilômetros de largura, com uma área total de 365 quilômetros quadrados.
Jerusalém A cidade de Jerusalém tem uma história que data do 4º milênio a.C. tornando-a uma das mais antigas do mundo. Jerusalém é a cidade santa no Judaísmo e o centro espiritual dos judeus desde o século X a.C.
Candace era um título atribuído a uma espécie de dinastia de rainhas guerreiras, mulheres guerreiras que detinham o poder do reino de Meroé, no sul do Egito, pouco tempo antes da era cristã, formando uma sociedade matrilinear”

Etiópia - A Etiópia que aparece no texto estava localizada no norte da África hoje Sudão ou Núbia egípcio.

Eunuco “Com efeito, há eunucos que nasceram assim, desde o ventre materno. E há eunucos que foram feitos eunucos pelos homens. E há eunucos que se fizeram eunucos por causa do Reino dos Céus. Quem tiver capacidade par compreender, compreenda” (Mat. 19,12). Nos reinos da antiguidade era comum a existência de homens transformados em eunucos, através da castração, para servir as mulheres reais.

·      Momento de oração Intercessória
Após a discussão direcionar as crianças ao espaço de oração que deve ser um local agradável, com um tapete, almofadas para que possam, sentadas no chão em círculo participar desse quadro tão importante em um culto.

Motivos 
1.     Para que todos os missionários batistas de Minas Gerais tenham coragem, como Filipe teve, para obedecer imediatamente ao chamado de Deus para pregar em qualquer lugar
2.     Para que, como o personagem Ícaro, cada menino e menina tenha o desejo de participar dos projetos missionários: Invasão e Pescador Jovem e que quando tiverem idade para isso tenham coragem de obedecer ao chamado de Deus.
3.     Que possamos dar liberdade a Deus para nos chamar, caso Ele queira que sejamos um missionário ou missionária em algum lugar de Minas, do Brasil ou do Mundo
4.     Dar oportunidade às crianças para apresentarem seus motivos pessoais

·      Momento da atividade



Nenhum comentário:

Postar um comentário