domingo, 9 de janeiro de 2011

Ele era o "bonequinho doce"

Ele foi meu sonho de infância. Na verdade meus dois sonhos primeiros foram escrever e desenhar. Coisas do tempo de criança quando a gente sem nenhuma preocupação viaja até o futuro e se vê nele como quem pode tudo. Isso aconteceu lá pelos idos, de talvez 69, não sei bem, porque naquela época não me interessava as datas,  meu mundo era cercado da natureza, com animais grandes e pequenos, adultos e filhotes. Tempo em que não me faltava nada porque tinha todos os que eu amava por perto: pai, mãe e irmãos.... e animais... e plantas... e rio corrente.  
Como chega para todos, me chegou também, lá na fazenda Beija-Flor, a literatura simbolizada pelo livro de Alaíde Lisboa “O bonequinho Doce”, a primeira história que vi na vida, escrita e ilustrada. Não tenho no meu mundo de lembranças infantis alguma que seja mais emocionante do que a de ter um livro nas mãos e poder decifrar os códigos da escrita e enxergar o colorido das imagens. E foi naquele momento que quis escrever histórias e ilustrá-las.

Nenhum comentário:

Postar um comentário