quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Igrejas viram cafés, livrarias pistas de dança e casa shows na Holanda


02 de novembro de 2010

Tida por especialistas em História do cristianismo como o “berço dos batistas”, a Holanda está seguindo uma tendência na Europa “pós-cristã”: transformar templos de igrejas, tanto Reformadas quanto Católicas, em cafés, livrarias, pistas de dança e casa de shows. Tamanha transformação é fruto de uma outra constatação: de acordo com pesquisa recente realizada naquele país, 44% da população se declararam ateus, 28% católicos, 19% protestantes, 5% muçulmanos e os outros 4% de outras religiões.

Mesmo com a maior parte da população ainda se declarando religiosa, o fato é que as igrejas do país estão cada vez mais vazias, fruto do esfriamento da fé e das relações com Deus que invade a Europa. Com o esvaziamento, não raro os imponentes templos, outrora cheios e com pregações pujantes, acabarem ganhando outro fim: viram café, livraria, salão de cabeleireiro, pista de dança, restaurante, casa de shows...

De acordo com o jornal The Guardian, da Inglaterra, alguns exemplos dessa mutação são o Café Olivier, em Utrecht, a livraria Selexyz, em Maastricht (apontada pelo mesmo jornal como a livraria mais bonita do mundo), a pista de dança do Hotel Arena, em Amsterdã, e a mais famosa casa de shows da capital holandesa, o Paradiso, uma igreja do século 19, próxima à Leidseplein, no coração da capital do país.

Visite também o blog:




Nenhum comentário:

Postar um comentário