terça-feira, 14 de setembro de 2010

Dr. Gleden T Prates: Peço perdão ao Pr. Paschoal e a PIB Curitiba

Queridos irmãos,
 
Vou me manifestar pela segunda e última vez sobre este assunto envolvendo o vídeo do Pr Piragine e minha fala anterior. Penso que uma parte das pessoas não entendeu o que eu tentei expressar.

Acho que o vídeo foi errado e o que se seguiu a ele mais ainda. Vou enumerar com cuidado abaixo:

1 – foi errado, pois ao associar o PT a todas aquelas verdadeiras iniqüidades o meu pastor foi infeliz, pois algumas sim são bandeiras do PT outras são crimes e não podem ser atribuídas ao PT. O acusar este partido de forma genérica acabou atingindo irmãos preciosos que militam nele. Conheço por exemplo o irmão Toninho da Fazenda Rio Grande que é candidato a deputado no Paraná por este partido e é uma pessoa comprometida com Cristo e que faz um trabalho magnífico na nossa Grande Curitiba. Isso para não falar outros candidatos. Por este motivo não considerei um discurso profético, mas sim uma opinião pessoal;

2 – foi errado, pois ao levar medo ao povo cristão dizendo que a iniqüidade viria e o julgamento com ela, acaba por lembrar o terrível episódio do “estou com medo” da Regina Duarte. Aliás, julgamento este que não devemos e não podemos como crentes temer;

3 – foi errado ao usar o púlpito. Se reclamamos que o governo usa a máquina e criticamos isso nós deveríamos ser os primeiros a dar exemplo não usando a “máquina” da igreja;
 
4 – foi errado, pois levou a manifestações passionais gerando inclusive um e-mail enviado pela irmã Cleide (ex diretora da Educação Cristã da PIB Curitiba) a toda PIB e talvez mais algumas milhares de pessoas expondo o meu nome como que fazendo um “linchamento público”. Este e-mail não surtiu efeito, pois recebi mais manifestações de apoio que crítica, inclusive alguns dizendo que depois de minha fala mudaram de pensamento sobre o vídeo e concordando com minhas observações. Mas de qualquer forma o e-mail dela (que evitarei reproduzir aqui) lembra um patrulhamento que imaginávamos já estar extinto em nosso país. Mais ainda, é uma tentativa de “mordaça” que vai justamente contra o discurso do Pr Piragine.

Estas são minhas opiniões sobre o ocorrido até aqui. Quero deixar claro que não defendo ninguém e nenhum partido e como já disse antes meu único candidato a quem tenho feito propaganda até então é a senador do PSDB do Paraná. Aliás, gostaria de confessar aos irmãos que o responsável pela minha saída voluntária da chefia de gabinete da secretaria estadual da saúde do Paraná foi o PT.

Mas hoje quando estava orando algumas horas atrás no almoço com minha família lembrei-me que faltam apenas 20 dias para as eleições. Depois disso acabou. E depois disso o que ficará será uma grande divisão no nosso meio. E depois disso quem estará rindo de todos nós será nosso verdadeiro adversário que é satanás.

Por isso, esqueçam tudo que escrevi acima e venho agora diante de todos pedir perdão. Pedir perdão ao meu pastor Paschoal Piragine pela forma indelicada que abordei o assunto. Pedir perdão a toda à família do meu pastor, pois sei que de alguma forma causei dor. Pedir perdão à minha amada PIB por ter causado divisão. Pedir perdão a Deus por ter sido pedra de tropeço ainda que de alguma forma pudesse estar certo. Pedir perdão à irmã Cleide, pois por certo causei tamanha irritação que a levou a redigir aquele e-mail. Pedir perdão ao Pr Armando que está lá no Canadá, nem estava envolvido em nada mas ao ter um e-mail pessoal meu divulgado viu seu nome aos quatro cantos.

Mas vou além. Quero deixar claro meu testemunho sobre a vida do homem Paschoal. Conheço sua família na intimidade. Tive o privilégio de ser o primeiro empregador da filha dele (a doce Kely). Tenho altas conversas com minha pastora Cleusa (que por ser a manteiga derretida que é deve ter chorado muito com toda esta história) a quem admiro muito. Falar da benção que o Michel é então seria “chover no molhado”. Um homem que constrói uma família como esta é um homem honrado. Mais do que um grande líder a pastor ele é um grande homem. Por isso a ti meu pastor minha admiração e respeito e o mais profundo pedido de perdão.

E por fim gostaria de desafiar a todos a mudar o discurso. Chega de críticas ou opiniões contra. Vamos fazer diferente daqui pra frente. Ao falarmos de nossos candidatos vamos falar apenas das virtudes deles. Vamos parar de falar mal dos outros. Vamos começar isso entre nós, ou seja, mesmo que eu ou você não goste do discurso ou de manifestações posteriores vamos deixar a crítica de lado para não fragilizar nossas lideranças.

Com esta história toda nós podemos aprender duas coisas. A primeira é o poder do que se fala. Mesmo um ninguém como eu, quando fala pode abençoar ou destruir. O segundo é ver o quanto somos fortes. Minha fala no Vigiai.net foi lida por mais de 1000 pessoas em 48hs mostrando a força deste site abençoado. O discurso do pastor Piragine já deve estar perto de 1,5 milhões de visitas no youtube. Ou seja, juntos somos fortes e muito. Vamos então “colar” tudo de novo e como um só povo fazer o que Deus espera de nós que é servirmos a Ele e apenas a Ele. E vamos orar por nossos futuros governantes. Por aqueles que Deus irá colocar sobre nós e mesmo por aqueles que não virão de Deus, mas que pela força de nossa intercessão poderão ter seus corações convertidos. Por que é só desta forma, pelo amor e pela graça que vamos acabar com abortos, drogas, homossexualismo, etc.

Me perdoem todos a quem ofendi e especialmente tu meu pastor Paschoal.
No amor de Cristo
Gleden T Prates


Nenhum comentário:

Postar um comentário