quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Os quatro pilares da educação


A comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, coordenada por Jacques Delors, apresentou um Relatório para a UNESCO: Os quatro pilares da educação. O Relatório está publicado em forma de livro no Brasil, com o título Educação: Um Tesouro a Descobrir (UNESCO, MEC, Cortez Editora, São Paulo, 1999).

Marcos Tuler (Abordagens e Práticas da Pedagogia Cristã. Rio de Janeiro. 1ed. CPAD, 2006) faz uma síntese do argumento: " ... aqueles especialistas concluíram que, para agir eficazmente, o aluno do nosso tempo deve exibir certas competências imprescindíveis ao desenvolvimento do ser humano: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser".



Na Escola Bíblica Dominical, com certeza, esses princípios são sumariamente obedecidos pelos professores que ensinam a Palavra De Deus:



Aprendendo a conhecer na EBD - Para tal, o professor deve combinar sua cultura geral para trabalhar em profundidade um pequeno número de matérias, ou seja, aprender a aprender para beneficiar-se das oportuni¬dades oferecidas pela educação ao longo de toda a vida. Deve o professor fazer uso das competências individuais de cada aluno da EBD para que eles se sintam participantes do processo de ensino-aprendizagem.



Aprendendo a fazer na EBD - Para tal, o professor deve ajudar seus alunos a trabalhar em equipe e envolvê¬-los em atividades práticas, em experiências sociais ou de trabalho voluntariado. Na igreja, principalmente, nos minis¬térios de cunho social (trabalhos comunitários etc.), há plena possibilidade de relacionar teoria e prática.



Aprendendo a conviver na EBD - O ensino na Escola Bíblica deve priorizar a comunhão, o respeito, a igualdade de direitos e deveres, criando um ambiente de interdependência. Cada aluno, que faz parte do corpo (no caso, a classe), deve estar envolvido e ser participativo. Hoje, cada vez mais, precisaremos aprender a gerir os conflitos provocados pelos valores pluralistas e pelo desejo de expressão individual de cada um.

Aprendendo a ser na EBD - Um olhar para os conteúdos bíblicos que estudamos vai dar conta dessa construção do ser à luz da imagem de Deus em Cristo, nosso exemplo maior. É evidente que as palavras-chave aqui são autonomia, discernimento e responsabilidade pessoal. Mas, em nosso caso específico, como discípu¬los de Jesus, nossa personalidade é resultante, também, do esforço do Espírito em nos santificar e edificar para a glória de Deus.

Conhecer - Fazer - Conviver - Ser são, à luz da Bíblia, diretrizes para a educação cristã no século 2I. Você está pronto para fazer a sua parte como facilitador da aprendizagem e, também, parte integrante dela? Que Deus o abençoe nesta importante tarefa.

A Deus toda a glória!



(Matéria extraída do jornal EBD Outubro 2010 Ano XXXII nº 131



terça-feira, 28 de setembro de 2010

II Fórum de Educação Religiosa em Belo Horizonte

Tema:
O Plano Diretor da Educação Religiosa, sua relevância e aplicabilidade

Objetivos:
a) Elucidar as diretrizes e os princípios pedagógicos e filosóficos que dão sustentabilidade à proposta do Plano Diretor da Educação Religiosa Batista;



b) Discutir os novos rumos da Educação Religiosa Batista e relevância na Igreja contemporânea



c) Analisar crítica e criativamente, numa perspectiva globalizante, a aplicabilidade do Plano Diretor de Educação Religiosa à realidade de Minas Gerais;

Público Alvo:
Educadores religiosos, pastores, líderes de organizações missionárias, seminaristas, diretores e professores da EBD



Promoção do evento:
Convenção Batista Mineira (Comitê do Crescimento Cristão) e Faculdade Batista de MG.



Meta:
80 participantes



Metodologia:
• Inscrição
• 8:30 Devocional
• 8:45 Lourenço

• 10:30 -10:45 Coffee break – SBM
10:45 – 11:15 – levantamento de questões pelos participantes
• 11:15 - 12:30 - Resposta do Lourenço às questões levantadas.



No período da tarde:
14:00 – 15:30 – Elaboração de propostas e estratégias de plantação na Conveção Batista Mineira

15:30 – 16:30 – Elaboração do documento

Local do evento Colégio Betista Mineiro
inscrições no local



segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Informações importantes

“No âmbito da União, há três cargos em disputa:

O presidente nomeia os ministros que vão cuidar de assuntos estratégicos, como a Educação, cuida da relação do Brasil com outros países, movimentando a economia e divulgando a imagem do país no exterior. Além disso, ele faz as leis aprovadas no Congresso se transformarem em benefícios para a população.

O senador fiscaliza o presidente, o vice e os ministros e ajuda a decidir sobre o Orçamento nacional e a utilização do dinheiro público. Ele elabora leis que trazem benefícios para os eleitores do seu Estado e toma decisões importantes sobre acordos internacionais.

O deputado federal fiscaliza o presidente, o vice e os ministros e ajuda a elaborar o Orçamento. Ele propõe leis de interesse federal que se transformam em benefícios para a população.

No âmbito estadual, há dois cargos em disputa:

O governador é chefe do Poder Executivo no Estado, comanda a segurança e nomeia secretários. Ele faz as leis aprovadas na Assembléia se transformarem em benefício para a população e administra os investimentos regionais, garantindo que os municípios cresçam por igual.

O deputado estadual fiscaliza o governador, o vice e os secretários e ajuda a elaborar o Orçamento estadual. Ele propõe leis de interesse estadual que se transformam em benefícios para a população.




(O projeto Excelências traz informações sobre todos os parlamentares em exercício. No site, você pode consultar o histórico profissional, os processos a que eles respondem na Justiça, as multas que receberam dos Tribunais de Contas, as declarações de bens, as freqüências ao trabalho e muito mais. Antes de decidir o seu voto, acesse e confira tudo sobre a vida deles)



(Deu no Jornal é um banco de dados atualizado diariamente com noticiário sobre corrupção publicado em 63 jornais e revistas. Você pode cruzar informações e verificar se o seu candidato anda metido em escândalos e maracutaias.)"



http://divulgacand2010.tse.jus.br/divulgacand2010/

A lenda do rito de passagem

O pai leva o filho para a floresta durante o final da tarde, venda-lhe os olhos e deixa-o sozinho. O filho se senta sozinho no topo de uma montanha toda a noite e não pode remover a venda até os raios do sol brilharem no dia seguinte. Ele não pode gritar por socorro para ninguém. Se ele passar a noite toda lá, será considerado um homem. Ele não pode contar a experiência aos outros meninos porque cada um deve tornar-se homem do seu próprio modo, enfrentando o medo do desconhecido.

O menino está naturalmente amedrontado. Ele pode ouvir toda espécie de barulho. Os animais selvagens podem, naturalmente, estar ao redor dele. Talvez alguns humanos possam feri-lo. Os insetos e cobras podem vir picá-lo.

Ele pode estar com frio, fome e sede. O vento sopra a grama e a terra sacode os tocos, mas ele se senta estoicamente, nunca removendo a venda. Segundo os Cherokees, este é o único modo dele se tornar um homem. Finalmente... Após a noite horrível, o sol aparece e a venda é removida. Ele então descobre seu pai sentado na montanha perto dele. Ele estava a noite inteira protegendo seu filho do perigo.

Nós também nunca estamos sozinhos!

Mesmo quando não percebemos, Deus está olhando para nós, 'sentado ao nosso lado'. Quando os problemas vêm, tudo que temos a fazer é confiar que ELE está nos protegendo.

E evite tirar a sua venda antes do amanhecer...

Apenas porque você não vê Deus, não significa que Ele nao esteja conosco.Nós precisamos caminhar pela nossa fé, não com a nossa visão material.

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Manual- Sustentabilidade ambiental

"Este manual tem o objetivo de ajudar as organizações de desenvolvimento a considerarem o impacto do meio ambiente sobre o seu trabalho, bem como o impacto do seu trabalho sobre o meio ambiente.



Aborda como os projetos, as práticas organizacionais e o nosso estilo de vida podem se tornar mais ambientalmente sustentáveis. Ele inclui uma ferramenta simples que nos permite fazer um levantamento ambiental e que pode ser usada para garantir que a maioria dos projetos de desenvolvimento não causem danos ao meio ambiente ou sejam adversamente afetados por questões ambientais."

Querendo saber mais, o livro completo está no endereço abaixo:
http://tilz.tearfund.org/Portugues/ROOTS/Sustentabilidade+ambiental.htm

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Ações cidadãs- Quem deseja adotar um abacateiro?


21 de setembro de 2010 o jovem Bruno de 23 anos está em seu carro no centro da ciade de Belo Horizonte, parado em um dos sinais de trânsito. De repente vem ao seu encontro uma menininha com uma muda de árvore nas mãos, lhe oferecendo como presente. Antes mesmo que ele pudesse lhe explicar que mora em apartamento e não tem como plantar aquela muda, ela desfila todo o texto decorado sobre a árvore, o meio ambiente e a necessidade de cuidar do nosso mundo. Ele ri de satisfação! Ele tem todos os argumentos para recusar o presente mas não deve. Como recusar um presente oferecido por uma linda menininha que passou a semana, ela e seus colegas de escola, aprendendo sobre plantas, meio ambiente, ar puro, água limpa. Mais ainda, que que contou as horas para a chegada do dia da árvore, para que todos fossem para a rua sensibilizar os adultos da necessidade de amar um pouco mais o planeta!



Ele, o Bruno, pega então das pequenas mãos da menina linda, da pequena cidadã aquela planta no saco plástico e toda cheia de lama. Não sabe direito o que fazer. Uma professora fotografa, a outra filma e a menina ri seu riso livre porque acredita que convenceu Bruno a cuidar do ababacateiro.



Infelizmente Bruno não tem sequer um palmo de terra para plantar a árvore. Mas ele ganhou o dia. Ao invez de rumar para o trabalho volta em casa para guardar o abacateiro e lavar as mãos sujas de lama. Com essa atitude já estava cuidando da planta, já era um cidadão melhor que antes.



A história ainda não teve seu fim porque o abacateiro precisa de um quintal de terra e de alguém que possa dele cuidar, dando-lhe água fresca, adubo e terra fofa para que ele cresça e produza abacates.

Como funcionam os dois turnos das eleições




Saiba mais no endereço:
http://www.movmarina.com.br/video/como-funcionam-os-dois-turnos?utm_source=dois%2Bturnos&utm_medium=email&utm_term=dois%2Bturnos&utm_campaign=mailing%2Bdo%2Bmilhao%2Bn%2B1,%2Blink%2Bpara%2B2%2Bturno

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Carta enviada por Integrantes do PT a Silas Malafaia e resposta do mesmo


“Prezado Pr. Silas Malafaia
Graça e Paz!

Somos evangélicos e tomamos conhecimento da Vossa orientação no programa exibido em 11/09/2010, para que os expectadores assistissem ao vídeo do Pr. Paschoal Piragine, que pede aos cristãos não votar nos candidatos do Partido dos Trabalhadores do qual fazemos parte.

O Pr. Paschoal Piragine é bastante conhecido e o temos como uma pessoa íntegra que esteja considerando que as informações que possui contra o PT sejam realmente verdadeiras. Entretanto, trata-se de afirmações que não correspondem com a realidade.

Diante do conteúdo vídeo, gostaríamos de esclarecer que:

Não é verdade que um parlamentar do PT não pode descumprir uma deliberação coletiva do partido por uma questão religiosa ou de foro íntimo. Veja o que diz o inciso XV do art 13 do estatuto do PT:

“Art. 13. São direitos do filiado:

XV – excepcionalmente, ser dispensado do cumprimento de decisão coletiva, diante de

graves objeções de natureza ética, filosófica ou religiosa, ou de foro íntimo, por decisão da

Comissão Executiva do Diretório correspondente, ou, no caso de parlamentar, por decisão

conjunta com a respectiva bancada, precedida de debate amplo e público.”

Não é verdade que deputados do PT foram expulsos por se manifestarem contra o aborto. É verdade que eles tiveram conflitos com movimentos de mulheres sobre questões relacionadas ao aborto, mas não houve expulsão. Em função desses problemas eles foram punidos pelo PT, o que os levou a mudarem de partido.

Não é verdade que o PT possui uma orientação pela legalização do aborto. Em seu IV Congresso, o PT modificou a resolução que falava de aborto e estabeleceu para o atual programa de governo da Dilma o seguinte texto: “Promover a saúde da mulher, os direitos sexuais e direitos reprodutivos: O Estado brasileiro reafirmará o direito das mulheres ao aborto nos casos já estabelecidos pela legislação vigente, dentro de um conceito de saúde pública”.

O Plano Nacional de Diretos humanos é elaborado pela sociedade por meio dos conselhos de diretos humanos com a participação do governo federal, mas não é uma novidade do governo Lula. O primeiro plano foi publicado através do Decreto número 1.904, de 13 de maio de 1996, e o segundo através do Decreto número 4.229, de 13 de maio de 2002. Em todos eles estão presentes assunto polêmicos ligados com a sexualidade. Diante disso seria um equívoco afirmar que todos os méritos e deméritos do PNDH 3 é de responsabilidade do governo Lula ou do PT.

O conteúdo apresentado no vídeo não corresponde, portanto, com a realidade do que está sendo defendido pelo PT. Podemos pegar os posicionamentos do PT e comparar com o conteúdo do vídeo e observaremos que não existe veracidade. Um exemplo bastante claro é a questão da pedofilia. Não conhecemos nenhum parlamentar, de nenhum partido político, ou algum grupo social que defenda a pedofilia. Atribuir uma acusação dessa natureza ao PT é de extrema injustiça.

Até o dia 13/09/2010 já houve mais de um milhão, duzentos e cinquenta mil acessos ao vídeo disponibilizado na internet. Diante desses fatos nos sentimos extremamente injustiçados e pedimos que os esclarecimentos fossem veiculados em seu próximo programa.

Desde já agradecemos um retorno.

Na Graça de Deus!

Gilmar Machado

Candidato a Deputado Federal – PT/MG – Igreja Batista Central de Uberlândia

Isaac Cunha

Candidato a Deputado Estadual – PT/BA – Primeira Igreja Batista

Joaquim Brito

Candidato a Vice-Governador de Ronaldo Lessa – PT/AL – Igreja Batista do Pinheiro

Walter Pinheiro

Candidato ao Senado – PT/BA – Igreja Batista da Pituba

Wasny de Roure

Candidato a Deputado Distrital – PT/DF – Igreja Batista do Lago Norte”

Resposta do Pr. Silas Malafaia

“Sr. Geter Borges e Candidatos do PT,

Já que vocês me enviaram um e-mail apresentando defesa do Partido dos Trabalhadores em relação às questões que o pastor Paschoal Piragine levanta, gostaria de contraditar a argumentação de vocês. Antes de fazê-lo, quero deixar bem claro que não tenho restrições pessoais ao PT ou a qualquer outro partido. Os meus questionamentos têm a ver com os princípios que defendo, independente de partidos políticos. Esclareço também que sou amigo pessoal de Walter Pinheiro. Em duas eleições passadas, eu o ajudei. Já o citei várias vezes em meu programa de TV como exemplo de cristão na política. Ele tem a liberdade de usar a minha imagem na sua campanha, o que permito de maneira muito restrita a pouquíssimos candidatos.

Vamos aos fatos:

1. O deputado que saiu do PT, saiu por ter posição cristã contrária aos princípios do partido. E se não saísse, seria expulso.

2. O PT está na vanguarda da defesa do aborto e da PL 122. Estes são fatos reais, verdadeiros. Inclusive, no último dia antes do recesso parlamentar no senado no ano de 2009, se não fossem os senadores Magno Malta e Demóstenes Torres, a líder do PT teria aprovado na calada da noite, por voto de liderança, a PL 122. Isto é uma vergonha, e vocês querem que a liderança evangélica fique quieta!

3. O PNDH3 foi enviado ao congresso pelo Sr. Presidente da República no dia 21/12/2009, e a vergonha é que, nesse documento, em vários pontos, só houve recuo em alguma coisa devido à pressão violenta da igreja católica. O PNDH3, sim senhor, é responsabilidade do governo Lula e do PT.

4. Lamento dizer, mas a verdade absoluta é que os princípios cristãos são inegociáveis para nós. Quanto a isto, o PT está do outro lado Quero ser franco e honesto: eu só não entrei de cabeça na campanha do Serra, porque também não vi nele garantias de respeito a esses princípios. Nas duas vezes em que fui convidado para participar de audiências públicas pela Comissão de Constituição e Justiça, na primeira vez, que foi sobre a questão do aborto, os deputados que estavam defendendo a legalização do mesmo, eram do PT. Na segunda vez, no Estatuto das Famílias, os deputados do PT estavam defendendo a inclusão dos homossexuais a fim de beneficiá-los na adoção de crianças. Esta é a verdade nua e crua.

Espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.

Um forte abraço!
Na paz de Cristo,
Silas Lima Malafaia”

Fonte: http://www.gospelprime.com.br/silas-malafaia-recebe-carta-de-integrantes-do-pt-por-apoiar-video-do-pr-paschoal-piragine/

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Perguntas importantes


No caso da Srª Dilma ser eleita Presidente do Brasil, quem será a pessoa que irá aos Estados Unidos para a fala habitual na Assembléia Geral da ONU, ou para discutir com o presidente americano sobre questões de comércio, por exemplo?
Resp.: A Presidente não irá, com 100% de certeza.
Então, repete-se a pergunta: Quem irá aos Estados Unidos no lugar dela?
Bem, você deve estar intrigado com esta pergunta meio sem sentido, não é?
Aqui vai a explicação:
Dilma Roussef foi condenada nos Estados Unidos pelo seqüestro do embaixador norte-americano, na década de 60 (Charles Elbrick) Remember juntamente com outras pessoas, tais como Fernando Gabeira.
A pena é bem grande e não há como pensar em liberdade condicional.
Lá o crime não prescreve !
A questão secundária é que isto vale para outros 11 países.
Muitos governantes de países periféricos já foram apanhados nesta armadilha e a maioria perdeu o cargo que ocupava, para satisfação da oposição local.
... Já pensou se ela resolve fazer uma visitinha àquele cara simpático e ultra democrático da Venezuela, o Huguinho Chávez e, de repente, uma tempestade no Caribe obriga o avião a descer em Miami, que fica ali perto.
Imagine a encrenca monumental que nem o presidente americano vai poder desfazer?

Quem vai representar o Brasil nas viagens internacionais aos Estados Unidos e aos 11 países onde ela pode ser presa no próprio aeroporto onde desembarcar?

As perguntas sobre a trajetória de Dilma na ditadura militar que ainda estão sem respostas:
-Dilma estava armada no momento em que foi presa?
-Que tipo de treinamento com armas ela fez?
-Que papel Dilma teve no roubo  do cofre de Adhemar de Barros?
-Qual foi a extensão do papel de Dilma na organização de assaltos a bancos?
-Como foi a participação de Dilma nos congressos da VAR Palmares?
-Qual foi o envolvimeno de Dilma  nas greves operárias de Minas Gerais em 1968?
-Dilma teve contato com organizações armadas de esquerda de outros países da América Latina?
-Dilma se arrepende de alguma atitude tomada naquele período?

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

ABORTO



O MELHOR GINECOLOGISTA...



Uma mulher chega apavorada no consultório de seu ginecologista e diz:
- Doutor, o senhor terá que me ajudar num problema muito sério.
Este meu bebê ainda não completou um ano e já estou grávida novamente.
Não quero filhos em tão curto espaço de tempo, mas num espaço grande entre um e outro...
O médico então perguntou:
Muito bem. O que a senhora quer que eu faça?
A mulher respondeu:
Desejo interromper esta gravidez e conto com a sua ajuda.
O médico então pensou um pouco e depois de algum tempo em silêncio
disse para a mulher:
Acho que tenho um método melhor para solucionar o problema.
E é menos perigoso para a senhora.
A mulher sorriu, acreditando que o médico aceitaria seu pedido.
Ele então completou:
Veja bem minha senhora, para não ter que ficar com dois bebês de uma vez, em tão curto espaço de tempo, vamos matar este que está em seus
braços. Assim, a senhora poderá descansar para ter o outro, terá um período de descanso até o outro nascer.
Se vamos matar, não há diferença entre um e outro.
Até porque sacrificar este que a senhora tem nos braços é mais fácil,
pois a senhora não correrá nenhum risco...
A mulher apavorou-se e disse:
Não doutor! Que horror! Matar um criança é um crime.
Também acho minha senhora, mas me pareceu tão convencida disso, que
por um momento pensei em ajudá-la.
O médico sorriu e, depois de algumas considerações, viu que a sua lição surtira efeito.
Convenceu a mãe que não há menor diferença entre matar a criança que nasceu e matar uma ainda por nascer, mas já viva no seio materno.



O CRIME É EXATAMENTE O MESMO!!!!!
(autor desconhecido)

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Deputado batista de MG: As informações do Pr. Piragine não correspondem com a realidade

(para ampliar a imagem dê duplo clique sobre a mesma)

"Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o Senhor; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais." Jr. 29:11


Dr. Gleden T Prates: Peço perdão ao Pr. Paschoal e a PIB Curitiba

Queridos irmãos,
 
Vou me manifestar pela segunda e última vez sobre este assunto envolvendo o vídeo do Pr Piragine e minha fala anterior. Penso que uma parte das pessoas não entendeu o que eu tentei expressar.

Acho que o vídeo foi errado e o que se seguiu a ele mais ainda. Vou enumerar com cuidado abaixo:

1 – foi errado, pois ao associar o PT a todas aquelas verdadeiras iniqüidades o meu pastor foi infeliz, pois algumas sim são bandeiras do PT outras são crimes e não podem ser atribuídas ao PT. O acusar este partido de forma genérica acabou atingindo irmãos preciosos que militam nele. Conheço por exemplo o irmão Toninho da Fazenda Rio Grande que é candidato a deputado no Paraná por este partido e é uma pessoa comprometida com Cristo e que faz um trabalho magnífico na nossa Grande Curitiba. Isso para não falar outros candidatos. Por este motivo não considerei um discurso profético, mas sim uma opinião pessoal;

2 – foi errado, pois ao levar medo ao povo cristão dizendo que a iniqüidade viria e o julgamento com ela, acaba por lembrar o terrível episódio do “estou com medo” da Regina Duarte. Aliás, julgamento este que não devemos e não podemos como crentes temer;

3 – foi errado ao usar o púlpito. Se reclamamos que o governo usa a máquina e criticamos isso nós deveríamos ser os primeiros a dar exemplo não usando a “máquina” da igreja;
 
4 – foi errado, pois levou a manifestações passionais gerando inclusive um e-mail enviado pela irmã Cleide (ex diretora da Educação Cristã da PIB Curitiba) a toda PIB e talvez mais algumas milhares de pessoas expondo o meu nome como que fazendo um “linchamento público”. Este e-mail não surtiu efeito, pois recebi mais manifestações de apoio que crítica, inclusive alguns dizendo que depois de minha fala mudaram de pensamento sobre o vídeo e concordando com minhas observações. Mas de qualquer forma o e-mail dela (que evitarei reproduzir aqui) lembra um patrulhamento que imaginávamos já estar extinto em nosso país. Mais ainda, é uma tentativa de “mordaça” que vai justamente contra o discurso do Pr Piragine.

Estas são minhas opiniões sobre o ocorrido até aqui. Quero deixar claro que não defendo ninguém e nenhum partido e como já disse antes meu único candidato a quem tenho feito propaganda até então é a senador do PSDB do Paraná. Aliás, gostaria de confessar aos irmãos que o responsável pela minha saída voluntária da chefia de gabinete da secretaria estadual da saúde do Paraná foi o PT.

Mas hoje quando estava orando algumas horas atrás no almoço com minha família lembrei-me que faltam apenas 20 dias para as eleições. Depois disso acabou. E depois disso o que ficará será uma grande divisão no nosso meio. E depois disso quem estará rindo de todos nós será nosso verdadeiro adversário que é satanás.

Por isso, esqueçam tudo que escrevi acima e venho agora diante de todos pedir perdão. Pedir perdão ao meu pastor Paschoal Piragine pela forma indelicada que abordei o assunto. Pedir perdão a toda à família do meu pastor, pois sei que de alguma forma causei dor. Pedir perdão à minha amada PIB por ter causado divisão. Pedir perdão a Deus por ter sido pedra de tropeço ainda que de alguma forma pudesse estar certo. Pedir perdão à irmã Cleide, pois por certo causei tamanha irritação que a levou a redigir aquele e-mail. Pedir perdão ao Pr Armando que está lá no Canadá, nem estava envolvido em nada mas ao ter um e-mail pessoal meu divulgado viu seu nome aos quatro cantos.

Mas vou além. Quero deixar claro meu testemunho sobre a vida do homem Paschoal. Conheço sua família na intimidade. Tive o privilégio de ser o primeiro empregador da filha dele (a doce Kely). Tenho altas conversas com minha pastora Cleusa (que por ser a manteiga derretida que é deve ter chorado muito com toda esta história) a quem admiro muito. Falar da benção que o Michel é então seria “chover no molhado”. Um homem que constrói uma família como esta é um homem honrado. Mais do que um grande líder a pastor ele é um grande homem. Por isso a ti meu pastor minha admiração e respeito e o mais profundo pedido de perdão.

E por fim gostaria de desafiar a todos a mudar o discurso. Chega de críticas ou opiniões contra. Vamos fazer diferente daqui pra frente. Ao falarmos de nossos candidatos vamos falar apenas das virtudes deles. Vamos parar de falar mal dos outros. Vamos começar isso entre nós, ou seja, mesmo que eu ou você não goste do discurso ou de manifestações posteriores vamos deixar a crítica de lado para não fragilizar nossas lideranças.

Com esta história toda nós podemos aprender duas coisas. A primeira é o poder do que se fala. Mesmo um ninguém como eu, quando fala pode abençoar ou destruir. O segundo é ver o quanto somos fortes. Minha fala no Vigiai.net foi lida por mais de 1000 pessoas em 48hs mostrando a força deste site abençoado. O discurso do pastor Piragine já deve estar perto de 1,5 milhões de visitas no youtube. Ou seja, juntos somos fortes e muito. Vamos então “colar” tudo de novo e como um só povo fazer o que Deus espera de nós que é servirmos a Ele e apenas a Ele. E vamos orar por nossos futuros governantes. Por aqueles que Deus irá colocar sobre nós e mesmo por aqueles que não virão de Deus, mas que pela força de nossa intercessão poderão ter seus corações convertidos. Por que é só desta forma, pelo amor e pela graça que vamos acabar com abortos, drogas, homossexualismo, etc.

Me perdoem todos a quem ofendi e especialmente tu meu pastor Paschoal.
No amor de Cristo
Gleden T Prates


segunda-feira, 13 de setembro de 2010

43 razões para votar em Marina Silva

Veja no seu site no endereço:
http://www.minhamarina.org.br/home/home.php

Conhece a pobreza

Marina é Silva. Como a maioria das gentes no Brasil, nasceu pobre. Com força de vontade, com escola e com a ajuda de pessoas boas, superou tudo.

Dará oportunidades para todos

Marina Silva oferece ao país a terceira geração dos programas sociais, com a capacitação e a inserção dos beneficiados no mercado de trabalho, de acordo com os potenciais de cada família.

Valoriza a educação

Alfabetizada aos 16 anos, tornou-se professora, vereadora, deputada estadual, senadora e ministra. Sabe da importância da educação. Seu projeto transformará o Brasil num país do conhecimento.

Quer desenvolvimento

Marina Silva está em sintonia com os desafios do século 21. Ajudará o Brasil crescer, mas sabe que o crescimento é só uma ferramenta para que o país atinja o desenvolvimento econômico, social, ambiental e cultural, o verdadeiro desenvolvimento sustentável.

Tem causa

A causa de Marina Silva é a causa do planeta, da qualidade de vida tanto hoje quanto no futuro. É a nossa causa, dos nossos filhos, dos nossos netos, de toda a nossa descendência.

É verde

Marina Silva alia visão da qualidade de vida com a necessidade da preservação ambiental. É uma das 50 personalidades que podem salvar o planeta, de acordo com o jornal britânico The Guardian.

Tem capacidade de gestão

Tranquila, mas firme, Marina Silva possui enorme competência. Foi sob sua batuta no governo Lula que o país diminuiu de forma drástica o desmatamento na Amazônia. O Brasil não precisa de gerente. Precisa de uma líder com visão de futuro, como Marina Silva.

Tem equipe

Desde seu primeiro cargo, Marina Silva sempre se cercou de pessoas inteligentes, modernas e eficientes. É um imã de pessoas honestas e boas. Marina atrai competências.

Nova forma de governo

Marina Silva não governa com apaniguados nem sob a influência das indicações políticas. Sabe ouvir, governa com a ajuda de especialistas, de técnicos. Pretende unir no governo o lado bom de cada administração pública.

É sucessora

Marina Silva integra os avanços dos governos FHC e Lula. É o passo adiante para superar as deficiências que persistem no país. Não é uma opositora, que rejeita tudo, nem uma continuadora, que vê tudo positivo. É uma sucessora.

Combate ao desperdício

Marina Silva tem história para acabar com o loteamento dos órgãos públicos, para acabar com o desperdício do dinheiro público, do capital humano, das oportunidades, dos recursos naturais.

Intolerante com a corrupção

Para Marina Silva não há espaço para corrupção e sim para o uso correto e fiscalizado dos recursos públicos.

Tem programa completo

Marina Silva pauta sua campanha pelo debate de ideias e de propostas para o Brasil. Tem o mais completo programa de governo entregue à Justiça Eleitoral.

Quer debate

Marina Silva fará o impossível para participar de todos os fóruns de debates entre os candidatos - seja na TV, na internet, nas associações de classe ou nos jornais.

Não faz ataques pessoais

Marina não faz ataques nem ofensas pessoais a qualquer candidato.

É contra a contra-informação

Marina Silva descarta qualquer forma de obtenção de informação que viole os marcos do Estado democrático de Direito.

Tem campanha sustentável

As emissões de carbono resultantes da campanha serão contabilizadas na internet. Sua neutralização se dará com reflorestamento nos biomas brasileiros.

Aposta nos pequenos doadores

A Campanha Marina Silva não quer depender só dos grandes doadores. Por meio da internet, deseja ser financiada também por pequenas doações.

Dispensa o caixa dois

A Campanha Marina Silva considera o caixa dois uma prática absolutamente inaceitável. Todas as doações serão reportadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), identificando o doador e a quantia doada.

É transparente

Marina Silva será transparente na arrecadação e no uso dos recursos financeiros no processo eleitoral. A prestação de contas estará no www.minhamarina.org.br

Pratica a democracia

Marina Silva potencializa os espaços de articulação social e respeita as formas organizativas da sociedade. Quer fortalecer canais de interlocução dos cidadãos com o Estado.

Inova na segurança

Marina Silva traz novo paradigma para as políticas de segurança pública, com olhar qualificado para ações de prevenção ao crime e à violência. Quer reestruturar as polícias, sabe inovar e não se guiará por propostas sensacionalistas.

Conhece a Floresta

Marina Silva nasceu e se criou no meio da floresta do Acre. Teve Chico Mendes como mentor. Conhece e sabe da importância da preservação das florestas no desenvolvimento do país. Marina Silva tem como meta o Desmatamento Zero.

É líder servidora

Marina Silva está a serviço de uma causa, a serviço da humanidade. Ela não lidera pela imposição de idéias ou em causa própria, mas sim pelo diálogo e principalmente pelo exemplo. Por isso aceitou ser a nossa presidente.

Tem experiência política

Marina Silva disputou sua primeira eleição em 1986. Já foi vereadora, deputada estadual, senadora por dois mandatos e ministra do Meio Ambiente por cinco anos.

Tem um bom vice

Marina Silva escolheu um empresário comprometido com a sustentabilidade para mostrar que desenvolvimento e meio ambiente caminham juntos. Guilherme Leal entrou para a política porque acredita que é possível construir um país melhor com uma política diferenciada.

Quer um futuro melhor

Marina Silva quer que todos os nossos filhos tenham ar puro para respirar, que nossos netos tenham água limpa para beber e comida saudável. Que vivam em paz e harmonia. Só Marina apresenta esta possibilidade na política nacional hoje.

Tem responsabilidade

Marina Silva tem a responsabilidade de saber que o amanhã depende de um hoje bem feito.

Tem envergadura internacional

Marina Silva é conhecida e respeitada também fora do Brasil. Dialoga além das fronteiras e se comunica com líderes de todo mundo.

É mulher

Marina Silva está em sintonia com o século 21. Ela acolhe e estimula o diálogo. É um novo modelo de liderança, que integra razão e emoção. Será a primeira mulher a cuidar do Brasil.

Propõe a verdadeira política

Quem nunca se interessou por política decide se unir a Marina Silva depois de ouvi-la. Ela elimina a distância entre o político e o eleitor, pois sabe que o eleitor é o real agente político.

Luta contra a discriminação

Marina Silva tem como compromisso e em seu histórico a luta contra todas as formas de discriminação: étnica, racial, religiosa, homofobia, sexismo ou qualquer outra.

Não camufla defeitos

Marina Silva se apresenta como o ser humano que é. Não quer admiradores, mas sim uma ação onde todas as qualidades dos outros possam ser somadas às dela e os defeitos fiquem claros para que todos possam corrigi-los.

Busca fortificação na diversidade

Não é apenas a diversidade ambiental e ecológica que Marina Silva espera conservar, mas a diversidade humana. No equilíbrio entre as diferenças da natureza está o ensinamento para se encontrar o equilíbrio entre as diferenças que estão em todos nós.

Resgata a esperança

A história de Marina Silva faz acreditar que nada é impossível. Seu exemplo de superação inspira e prova que se há um sonho, só depende de nós o poder de realizá-lo.

Vida longe de escândalos

A vida política de Marina Silva não está associada a escândalos. Ela representa os cansados da corrupção no meio político. Marina tem a ficha limpa.

Consumo consciente

Marina Silva acredita no consumo responsável, na inclusão social e no equilíbrio ambiental. Construir sem ser consumido. Consumir sem desperdiçar.

Quer a transformação

A educação e a inovação serão os alicerces da transformação. A criatividade, o empreendedorismo e a diversidade socioambiental, os meios da multiplicação.

Acesso à cultura e ao conhecimento

Ampliar o acesso à cultura e ao conhecimento, respeitando os direitos do criador e o interesse público pelo acesso a toda diversidade cultural brasileira é outra bandeira de Marina Silva. Ela pretende garantir o apoio a projetos culturais e artistas em áreas com baixo acesso à cultura.

Quer plebiscito nas polêmicas

Marina Silva não pretende impor seu ponto de vista a respeito de temas polêmicos, como a descriminalização das drogas e o aborto. Sabe que essas questões dividem a sociedade e, por isso, se compromete a fazer plebiscitos sobre elas.

Cidades saudáveis, seguras e sustentáveis

Marina Silva quer promover a eficiência no planejamento e na gestão das cidades: integração e articulação de políticas para urbanização, saneamento, mobilidade, adaptação às mudanças climáticas, proteção de mananciais, promoção do desenvolvimento e do bem-estar humano.

Aposentadoria compatível

Marina Silva tem propostas para tratar melhor quem envelhece e perde sua capacidade de trabalho. É necessário restaurar a perspectiva de uma aposentadoria compatível com os recolhimentos feitos ao longo da vida.

Tem programa de governo

As diretrizes programáticas de Marina Silva são embasadas em Política cidadã baseada em princípios e valores: Educação para a sociedade do conhecimento; Economia para uma sociedade sustentável; proteção social: saúde, previdência e terceira geração de programas sociais; qualidade de vida e segurança para todos os brasileiros; cultura e fortalecimento da diversidade e Política externa para o século 21.

Política e Responsabilidade Cristã

Aproximam-se as eleições e como cidadãos comprometidos com os valores do Reino de Deus, nossa responsabilidade é ainda maior, considerando que os eleitos terão diante de si uma série de decisões que afetarão sensivelmente a todos nós como cristãos. Segue abaixo a lista de mudanças. No uso de sua liberdade e de acordo com sua consciência e política, decida, mas saiba que “por todas estas coisas te trará Deus em juízo”. As informações foram colhidas no Centro Evangélico Brasileiro.



Fica proibido fazer:
• Cultos ou evangelismo na rua (Reforma Constitucional)
• Programas evangélicos na televisão por mais de uma hora por dia
• Programa de rádio ou televisão, para quem não possuir faculdade de 'jornalismo'.

• Pregar sobre dízimos e ofertas, havendo reclamações, o obreiro será preso.



Quanto aos cultos:

• Cultos somente com portas fechadas (Reforma Constitucional)

• As igrejas serão obrigadas a pagarem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.

• Será considerado crime pregar sobre espiritismo, feitiçaria e idolatria, e também veicular mensagem no rádio, televisão, jornais e internet, sobre essas práticas contrárias a Palavra de Deus.

• Pastores que forem presos por pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada (homossexualismo, idolatria e espiritismo), não terão direito a se defender por meio de ação judicial.



Se estabeleça:



• O dia do "Orgulho Gay" será oficializado em todas as cidades brasileiras e comemorado nas Instituições de Ensino Fundamental (primeira a 8ª série), público e particular.

• Que as Igrejas que se negarem a realização das solenidades dos casamentos de homem com homem e de mulher com mulher, estarão fazendo "discriminação", sejam multadas e seus pastores processados criminalmente por discriminação e desobediência civil.



Projeto nº 4.720/03 - Altera a legislação constitucional

Projeto nº 3.331/04 - Altera o artigo 12 da Lei nº 9.250/95, que trata da legislação do imposto de renda das 'pessoas físicas'. Se convertidos em Lei, os dois projetos obrigariam as igrejas a recolherem impostos sobre dízimos, ofertas e contribuições.



1. Projeto nº 299/99 - Altera o código brasileiro de telecomunicações (Lei 4.117/62).

Se aprovado, reduziriá programas evangélicos no rádio e televisão a apenas uma hora



2. Projeto nº 6.398/05 - Regulamenta a profissão de Jornalista. Contém artigos que estabelecem que só poderão fazer programas de rádio e televisão, pessoas com formação em JORNALISMO, Significa que pastores sem a formação em jornalismo não poderão fazer programas através desses meios.



3. Projeto nº 1.154/03 - Proíbe veiculação de programas em que o teor seja considerado preconceito religioso. Se aprovado, será considerado crime pregar sobre idolatria, feitiçaria e rituais satânicos. Será proibido que mensagens sobre essas práticas sejam veiculadas no rádio, televisão, jornais e internet. A verdade sobre esses atos contrários a Palavra de Deus, não poderá mais ser mostrada.



4. Projeto nº 952/03 - Estabelece que é crime atos religiosos que possam ser considerados abusivos a boa-fé das pessoas. Convertido em Lei, pelo número de reclamações, pastores serão considerados 'criminosos' por pregarem sobre dízimos e ofertas.



5. Projeto nº 4.270/04[/b] - Determina que comentários feitos contra ações praticadas por grupos religiosos possam ser passíveis de ação civil. Se convertido em Lei, as Igrejas Evangélicas ficariam proibidas de pregar sobre práticas condenadas pela Bíblia Sagrada, como espiritismo, feitiçaria, idolatria e outras. Se o fizerem, não terão direito a se defender por meio de ação judicial.



6. Projeto de nº 216/04[/b] - Torna inelegível a função religiosa com a governamental.



Significa que todo pastor ou líder religioso lançado a candidaturas para qualquer cargo político, não poderá de forma alguma exercer trabalhos na igreja.

Pr. Diné René Lóta: Apoio integralmente o Pr. Piragine -


"Eu era ainda um “guri” com pouco mais de 10 anos de idade, quando numa manhã bem cedo, quando estava na padaria comprando o pão de cada dia para o nosso café, vi chegarem dois carros do exército na casa do Prof. Aroldo. Um dos carros trazia uma enorme metralhadora. Vi quando os militares levaram o professor do Senai nos veículos militares. Ele nunca mais foi encontrado. Poucos dias depois, papai foi preso e ficou 48 horas incomunicável numa prisão militar em Niterói. Mamãe estava recentemente operada em casa esperando papai chegar com os remédios que fora comprar. Nós (5 filhos e um sobrinho) ficamos com muito medo do que poderia ter acontecido com papai. Só descobrimos o seu paradeiro quando ele chegou em casa são e salvo, por providência de Deus.

Meu pai era o Presidente do Sindicato dos Ferroviários do Estado do Rio de Janeiro. Foi preso pelo regime militar só por causa disto. O comandante da fortaleza onde meu pai ficou preso, por misericórdia de Deus, tinha sido colega de tropa do meu pai e reconheceu o seu nome. Depois de uma breve entrevista, aquele comandante deliberou soltar papai.

Minha família é uma das vítimas da ditadura militar que cometeu barbaridades no Brasil durante os chamados “anos de chumbo”.

Durante aquele período a liderança da Convenção Batista Brasileira não teve coragem de assumir uma postura corajosa de denunciar os crimes políticos e militares cometidos pelo regime. Ao contrário, havia um silêncio de tácita aprovação.

Cresci com um forte pendor democrático. Esta é uma das razões porque eu sou Batista. Creio firmemente na democracia e nos princípios batistas de liberdade de consciência e separação entre igreja e estado. Posso não concordar com o que o outro diz, mas morrerei defendendo a sua liberdade de dizer o que pensa.

Tenho observado ao longo dos anos o silêncio dos líderes batistas, das organizações batistas de representação (OPBB, AMBB, UFMBB, UHBB, JUMOC, etc.) acerca das atrocidades sociais e políticas dos mais diferentes governos do Brasil (em todas as instâncias). A chamada “política denominacional” já consome bastante as nossas energias, de forma que não há tempo para pensarmos e decidirmos o que fazer e o que dizer dos grandes problemas nacionais que afligem a sociedade, e, por conseguinte, as nossas igrejas. Quando alguém se levanta com coragem para dizer algo nesse sentido, muitos se levantam para criticar.

Creio que estamos fazendo uma grande confusão. O princípio tão caro aos Batistas – da separação entre igreja e estado – não pode ser invocado no debate da política partidária. O PT (ou o PSDB) não é o Estado, mas apenas um Partido Político (entre tantos outros). O dia em que um partido se tornar “O Estado”, estaremos todos perdidos (é isso o que alguns partidos pretendem fazer, na tentativa do “aparelhamento do Estado”). Fazer críticas a um Partido político não é quebrar o princípio de separação entre Igreja e Estado.

Um Partido Político pode tomar decisões que contrariam a consciência de alguns dos seus militantes. Tenho sérias dúvidas que o irmão Walter Pinheiro (candidato ao Senado Federal pelo Estado da Bahia pelo PT) tenha alinhado com todas as decisões do seu partido em relação ao PNDH – 3. Tive o prazer de conhecer o irmão Walter pessoalmente e ouvir dos irmãos baianos excelentes referências ao seu caráter e conduta, enquanto cidadão e Deputado Federal. Portanto, é possível que haja algum exagero (por generalização) na fala do irmão Pr. Piragine. Mas que seu pronunciamento corajoso é digno de elogio, isso eu não tenho dúvida.

Apoio integralmente o Pr. Piragine em seu pronunciamento, fazendo concessão a algumas poucas excessões de parlamentares e candidatos do PT. Oro para que o Senhor tenha misericórdia de nós, batistas brasileiros, tornando-nos mais corajosos em nossos posicionamentos contra toda a sorte de iniquidade, institucionalizada ou não."

Diné René Lóta – pastor batista há 35 anos.
Leiam outros comentários em:
http://vigiai.net/news.php?readmore=4600