quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER



No dia internacional da mulher elas merecem mais do que flores!

Merecem o engajamento de todos na
conquista de seus direitos à cidadania
e justiça penal aos "machos" que
as espancam
psicológica
moral e
fisicamente.

Desejamos às mulheres que têm seu direito mais básico invadido pela força bruta, o que Matin Luther King Jr. desejava aos negros: "que tenham as riquezas da liberdade e a suprema justiça" aos seus agressores.

LEI MARIA DA PENHA- 11.340/06
O Brasil precisou ser condenado pela OEA- pela negligência com que tratava a questão da violência contra a mulher para tomar a iniciativa de mudar as leis brasileiras. Uma das primeiras ações do presidente Lula foi criar a Secretaria Especial de Políticas para as mulheres, alicerce para a criação da Lei Maria da Penha. Essa Lei representa a libertação das mulheres brasileiras oprimidas por uma sociedade machista e patriarcal. Ela estabelece cinco formas de violência doméstica e familiar contra a mulher:
· Física
· Psicológica
· Sexual
· Patrimonial
· Moral
Então Maria da Penha, dedicamos a você esse 8 de março e também o 30 de abril, que contribuiu com a criação da Lei com seu sofrimento, emprestando seu nome a ela para resgatar a cidadania e resguardar a dignidade da mulher. Ela é a carta de alforria da mulher brasileira que agora tem apoio para se libertar de uma vida de opressão. Pelo menos as que têm coragem de denunciar, exercendo o direito de não serem agredidas.
Saiba mais sobre Maria da Penha clicando no link abaixo.
http://www.mch.ifsuldeminas.edu.br/~cimma/Violencia.php

Nenhum comentário:

Postar um comentário