quarta-feira, 14 de outubro de 2009

O FORTALECIMENTO DO EDUCADOR CRISTÃO PARA O CUMPRIMENTO DE SUA MISSÃO



(Clic sobre a imagem para ver o efeito gif)

INTRODUÇÃO:
Agradeço a gentileza do convite para falar neste primeiro encontro de educadores, que militam na difícil e desafiadora tarefa de educar na perspectiva cristã. Sinto-me honrado pelo convite e, ao mesmo tempo, reconheço a peso deste momento.

Foi-me sugerido o tema: o fortalecimento do educador cristão para o cumprimento de sua missão. Será, portanto, a partir dele que desejo conversar. Este é o meu objetivo neste momento. Convida-los para uma conversa reflexiva sobre este tema. Para tanto, vamos dividi-lo em três tempos:
• Fortalecimento do educador – Desenvolvimento pessoal;
• Para o cumprimento – Responsabilidade pessoal;
• Sua missão – O que fazer – atividade pessoal.

Destaco a ênfase na pessoa do educador (desenvolvimento pessoal, responsabilidade e atividade pessoal). Abaixo de Deus, tudo depende de você. Você é parceiro de Deus nesta empreitada. Isto é, ao mesmo tempo, um privilégio e responsabilidade.
Para tanto, convido-os a acompanharem a leitura de Efésios 4:1-13. A partir deste texto vamos fazer nossa caminhada e no final, se tivermos tempo e desejo, podemos refletir sobre algumas considerações que, porventura vocês queiram debater.
I. FORTALECIMENTO DO EDUCADOR – DESENVOLVIMENTO PESSOAL (VS.1-7)
Idéias: desenvolver essas idéias a partir de Ef. 4: 1-13
• Para o cumprimento – responsabilidade pessoal (v.11)
• Sua missão – O que fazer – atividade pessoal (vs.12-13)

PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO PESSOAL E PROFISSIONAL
CONCEITO
• Conscientização da 3ª visão "ver o mundo como ele é..."
• Conhecimento
• Habilidade
CONSCIENTIZAÇÃO PESSOAL
• Auto Conhecimento
• Auto Controle
• Auto Respeito
• Credibilidade
• Gestão Pessoal
• Poder Pessoal
• Mudança e Transformação
• Visibilidade
HABILIDADE INTER-PESSOAL
• Mentorização Aprendizagem
• "Coaching"
• Aconselhamento
• Comunicação
• Liderança
• Organização
• Qualidade Pessoal
CONHECIMENTO GLOBAL
• Globalização
• "Benchmarking"
• "Information up-date/up-grade"
• Cultura & Ciência
• Futurologia

"Dar-vos-ei pastores segundo o meu coração, que vos apascentem com conhecimento e com inteligência" (Jr 3.15).

1) PRECISAMOS SER OBREIROS CONVICTOS DE NOSSA VOCAÇÃO.

Jeremias 3:15 diz: "Dar-vos-ei pastores segundo o meu coração".
Daí devemos entender que os obreiros cristãos são "dados" por Deus segundo o seu Santo querer. Não adianta tentarmos "criar" um chamado, só teremos obreiros legítimos se estes possuírem chamados legítimos, e são estes que devemos priorizar, e assim treinarmos aqueles que Deus, desde toda a eternidade, chamou para a sua obra.

2) PRECISAMOS SER OBREIROS COMPROMETIDOS COM A PALAVRA.

"Dar-vos-ei pastores...que vos apascentem com conhecimento".
A Bíblia está repleta de advertências sobre a importância da Palavra na vida e no Ministério Cristão (Js 1.5-9; Sl 1.1-3; 2 Tm 3.16,17), ela é a base moral, ética, litúrgica e doutrinária do verdadeiro cristão.
Quando nos comprometemos com a Palavra, nos comprometemos uns com os outros, mesmo que ele pense, creia e viva diferente do que julguemos ser correto.
Precisamos levar a sério a advertência do profeta Oséias (4.6) segundo o qual o povo de Deus está sendo destruído porque têm desprezado o conhecimento de Deus e de sua Palavra.
Atentar para o êxito de nossa carreira (Hb 13:7), este é o nosso grande desafio em todos os tempos.

3) PRECISAMOS SER OBREIROS CONTEXTUALIZADOS COM NOSSO TEMPO E LUGAR.

"Dar-vos-ei pastores...que vos apascentem...com inteligência".
Nem tudo que funcionou para Lutero, Calvino, Langston e outros têm que necessariamente funcionar para nós. Corremos o grande perigo de "engessar" nosso conhecimento, não devemos agir assim, da mesma forma não devemos abandonar algo que seja clássico só porque não é de nossa época.
Aí entra a "inteligência", precisamos, à luz das verdades eternas do evangelho, dar respostas coerentes às questões do nosso tempo.
Qual é, por exemplo, a nossa resposta ao aborto, ao divórcio, a eutanásia, a exclusão social, a exploração do homem pelo homem, a depressão, a politicagem secular e religiosa? Cabe-nos preparar os obreiros de Deus para possuírem capacidade de reflexão própria e não para recitarem as ladainhas das teologias pré-fabricadas.

Assim sendo, cumpre-nos a solene tarefa, como educandos, educadores e pastores, de mantendo viva a chama da verdade, treinar pastores segundo o coração de Deus, que atendam aos anseios humanos. Que para isso, Deus nos ajude.

Pr. Wagno Alves Bragança

Nenhum comentário:

Postar um comentário