sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Nasceram os gêmeos

As mães conhecem bem a singularidade do período da gestação. No início o desconforto da adaptação do corpo à inserção do ser, até então, desconhecido. Suas expectativas giram em torno da modificação corporal com o volume da barriga, as novas roupas, a volta do sabor dos alimentos depois do período dos enjoos. Passado o tempo da adaptação e acomodação, nova etapa se apresenta com novas expectativas, novo desconforto. Já não se dorme tão bem, devido ao barrigão e falta de posição adequada. Atrelado a esse fator, as interrogações são constantes no que diz respeito a saúde do bebê. A ansiedade de pegá-lo no colo dar-lhe o peito vê-lo se desenvolver com o leite produzido pelo corpo e armazenado nessa parte linda, romântica e ao mesmo tempo prática, que é o seio. E nesse turbilhão de sentimentos e sonolência insaciável a gestante vive seus últimos dias de gravidez. Até que nasce!
Já ouvi por várias vezes artistas, falando de suas obras de arte como filhos. Por não viver o processo nunca dei muita atenção ao fato. Mas hoje, depois de um longo tempo de espera e procura encontrei um bom curso de desenho, e como uma boa grávida perdi o sono em duas noites. A primeira pelo desconforto e insegurança, temendo não ser competente o bastante para ajudar o personagem nascer. A segunda, pela alegria do nascimento. Valeu o longo tempo de espera e sonho. Em 09/09/2009 nasceram os gêmeos Gule e Biba. Gule para representar a região do Triângulo Mineiro e Biba para representar o Alto Paranaíba. Depois que a certidão de nascimento for lavrada serão apresentados a todos os leitores do blog. Enquanto isso, estarei ajudando-os a encontrar suas posições, atitudes e posturas dentro do universo dos desenhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário