quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Campanha de Missões Nacionais 2009

Vejam os vídeos da música ofical de Missões Nacionais 2009 e outros. O endereço é www.youtube.com/missoesnacionais

O famoso estilo “caretão”



“Então, irmãos, estai firmes e retende as tradições que vos foram ensinadas, seja por palavra, seja por epístola nossa. E o próprio nosso Senhor Jesus Cristo e nosso Deus e Pai, que nos amou, e em graça nos deu uma eterna consolação e boa esperança, console os vossos corações, e vos confirme em toda a boa palavra e obra.”
(II Ts 2.15-17).

Vivemos em um mundo obcecado por novidades. E na busca pelo novo vale qualquer esforço, qualquer “ousadia”. Quem tiver coragem para romper com as tradições, para quebrar os paradigmas e deixar claro aos velhos, aos pais, aos que viveram numa geração anterior que eles estavam equivocados, que as regras que eles criaram a respeito da vida estavam erradas, será imediatamente conduzido ao pedestal do pós-moderno, do inovador, do revolucionário.
É claro que a Igreja do Senhor não passa incólume por este momento, embora muitos insistam em fechar os olhos ao que está acontecendo à sua volta. Assim, percebemos um grupo de crentes que são fanáticos pelo celular e que não podem passar um dia sem navegar na Internet. Nossos jovens amam os vídeo games e os sites de relacionamentos, as redes sociais mais que qualquer outra coisa.
Algumas conseqüências de tudo isto são nefastas para o futuro. Por exemplo, há um acesso quase irrestrito à informação, mas não existe nenhuma preocupação com o conhecimento, com o ganho cultural. Acontece porém que em momentos decisivos, como o vestibular ou qualquer outro concurso, as exigências dizem respeito a assuntos como a história, a matemática e o idioma, ou seja, todas aquelas “caretices” odiadas pelos mais “espertos” da turma virtual.
Não se pode esquecer também um dos grandes males atuais: a bibliofobia. A falta do hábito da leitura, aliada à uma maneira equivocada de escrever, característica da comunicação virtual, criou os analfabetos funcionais, pessoas que conseguem passar por textos inteiros sem apreender-lhes o sentido.
Outro problema sério é fechamento num círculo de relacionamentos que só contempla os da mesma idade, da mesma tribo, dos mesmos interesses e dos mesmos costumes. Além da conseqüência óbvia do impedimento de crescer, essa hermeticidade produz problemas no trabalho, na vida comunitária, na vida religiosa e produz cidadãos centrados apenas em seus interesses, egocêntricos e desconhecedores de suas obrigações para com as crianças e os velhos.
Felizmente, na contramão de tudo isto, existe um grupo que retém as tradições, e não se deixa levar por coisas que possam se interpor entre eles e o seu Deus, o que seria idolatria. Também não se permitem uma dependência de recursos tecnológicos a ponto de ficarem impedidos de cumprir seus deveres cristãos, o que seria um vício. São pessoas que mesmo incorrendo no risco de serem chamados de “caretões” não abrem mão do que lhes foi ensinado por palavra ou por epístola.
Vejamos algumas marcas do famoso estilo “caretão”, das quais jamais poderemos prescindir: em primeiro lugar, precisamos buscar o conhecimento, tanto o bíblico como o secular. Como fazê-lo? Sendo freqüentadores assíduos da EBD, valorizando nossos Educadores Religiosos, levando nossos filhos a serem Embaixadores ou Mensageiras do Rei matriculando-nos em boas escolas, tornando-nos leitores da Bíblia e também de boas publicações literárias e culturais. Não nos esqueçamos que nos empreendimentos escolares, mesmo nos mais sofisticados tecnologicamente ainda prevalece o ascetismo milenar do ”cuspe e do giz”.
Em segundo lugar, temos que cultivar relacionamentos pessoais que nos levem a um crescimento, tanto para com os nossos irmãos, quanto para com as pessoas de nossa comunidade. Só a convivência com as diferenças pode produzir crentes que realmente influenciem para o bem este conturbado mundo tecnológico.
Pois é. O famoso estilo “caretão” ainda faz sucesso. Ele faz com que os pastores ainda se preocupem em vir o mais bem vestidos possível aos cultos. Ele faz com que alguns jovens (crentes) se relacionem bem com os seus pais e líderes. Ele faz até que haja crentes leitores não apenas da Palavra de Deus, mas também de tudo aquilo que lhes possa trazer ganhos culturais.
Mas o estilo “caretão” também nos impede de sermos pessoas que marcam seus corpos com tatuagens, que se adornam com penduricalhos agressivos e anti-higiênicos como os pircings, por exemplo, só para parecermos “da hora”. Ele impede nossas irmãs de usarem roupas provocantes e leva os jovens realmente crentes de se preservarem até o casamento.
O resultado é que quando somos entrevistados para um emprego ou quando nos submetemos a um concurso, saímos na frente dos “zés”, dos “veios” e dos outros “caras”. Você duvida? Experimente viver o famoso estilo “caretão”. Faça mais, crie seus filhos neste estilo e você verá o resultado.

Pr. Ailton Sudário de Souza

terça-feira, 25 de agosto de 2009

EDUCAÇÃO CRISTÃ NA IGREJA BATISTA DO BARRO PRETO- BELO HORIZONTE

No Evangelho de Mateus, cap.28, encontramos Jesus convocando os seus discípulos a “discipularem todas as nações”, ensinando-as a “guardarem todas as coisas”. O batismo, como primeiro passo, significaria o compromisso público com Deus. Em seguida, os apóstolos deveriam ensinar o novo relacionamento com Deus Pai, com Jesus, Seu Filho, e com o Espírito Santo.
Para esse novo relacionamento torna-se essencial o saber, o ser instruído. Nisto consiste a essência do Ministério de Educação Cristã.
Convicta desta realidade, a IBBP tem procurado investir o seu melhor no ensino da Palavra, firmando valores, preservando princípios, edificando vidas.
Para tanto, convidou a educadora cristã, profa. Miriam de Oliveira Lemos Campos Mendonça, formada pela Faculdade Teológica Batista Mineira, com mestrado em Linguística, para assumir a liderança desse ministério.
O Ministério de Educação Cristã tem sido um fator preponderante na edificação e no fortalecimento espiritual dos membros de nossa igreja. Através da Escola Bíblica Dominical, com um currículo atraente, inovador e com professores capacitados, crianças, adolescentes, jovens e adultos estão recebendo a comunicação de textos bíblicos dentro da visão cristã.
Outros departamentos como, por exemplo, Mensageiras e Embaixadores do Rei, têm recebido uma atenção especial no preparo e na educação dos nossos meninos e meninas, incentivando-os a uma vida cristã autêntica.
Temos, ainda, o Instituto de Liderança Cristã, com a proposta de investir em líderes “leigos”, preparando-os para o exercício de ministérios específicos na igreja local. Do Instituto tem saído crentes preparados para o ensino, para a pregação, para o discipulado, para o trabalho com crianças etc.
A IBBP entende que, nestes tempos de tantos “ventos de doutrina” e de acomodação aos padrões de uma sociedade ímpia e pagã, faz-se necessário um Ministério de Educação Cristã eficiente para que a Palavra seja ensinada e apreendida pelos crentes afim de que sejam transformados pela renovação da mente e, assim, experimentem a “boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Rm.12.2).
Somos gratos a Deus, sim, por este ministério que comunica com seriedade e com competência as verdades extraídas das páginas sagradas.

Pr. Arlécio Franco Costa
Pastor

segunda-feira, 24 de agosto de 2009

NOVOS CAMINHOS, NOVOS RIACHOS


“Esqueçam o que se foi; não vivam no passado. Vejam, estou fazendo uma coisa nova! Ela já está surgindo! Vocês não a reconhecem? Até no deserto vou abrir um caminho e riachos no ermo”. Isaias 43.18-19.
Nesse capítulo Isaias fala da misericórdia de Deus ante a infidelidade de Israel, motivo pelo qual foi levado para a Babilônia. Com autoridade suficiente para atuar não só na história, como também na estrutura do universo, Deus fala ao povo que o período de sofrimento já era passado. Nessa etapa do seu plano de ação, vislumbrava-se caminhos no deserto e riachos no ermo. Os olhos do povo deveriam focalizar a liberdade dos novos caminhos e o alimento dos riachos.
Querido educador! Através de Sua misericórdia Deus está fazendo surgir um novo tempo na Educação Cristã Batista em Minas Gerais. Você está vendo isso? Está vendo os caminhos, os riachos? Deus o chamou para ser um educador cristão? O caminho é a liberdade que Ele lhe dá para cumprir o seu chamado. Os riachos significam a sustentação no exercício de sua missão. Não vivamos no passado. Os caminhos estão abertos. Nesse tempo de muito trabalho os pastores precisam da nossa ajuda no ministério da Educação Cristã. Para isso Deus nos chamou e nos sustenta.
Senhorinha Gervásio

sábado, 22 de agosto de 2009

ARRUMANDO A CASA/ ORGANIZANDO A VIDA





Subi com todas as caixas escada acima e as coloquei novamente na estante, uma a uma. As inscrições em cada uma delas me fizeram lembrar a delicadeza e beleza do artesanato. Através de letras desbotadas escritas na pressa de ver tudo organizado pude ler: capa de agenda gradual, bloco médio, bloco pequeno, material de acabamento, embalagens, encadernação... papel artesanal. Lembranças de períodos vários, nesses 23 anos de idas e vindas entre a ilusão e a desilusão de ser e fazer o que acredito ter sido chamada por Deus a fazer.
Ao pensar que entrava novamente num desses períodos quando a desilusão chega e escapa pela válvula do artesanato, as caixas foram descidas da estante e preparadas para a viagem Belo Horizonte - Uberlândia. Ainda bem que em meio a confusão emocional e angústia espiritual, apareceu como salvação de quem naufraga, a recordação da expressão ouvida algumas vezes no decorrer da vida: “parece que uma força maior tenta barrar nossa ação.” Entendi que existe mesmo essa “chamada força maior”... Só que ela não é maior. Maior é Aquele que me chamou. Não importa as circunstâncias. Se são feitas de ilusão ou desfeitas pela desilusão. O que importa é a chamada de Deus e o meu foco deve estar nela. O onde e o como são apenas cenários para a execução da Sua vontade. Minha avaliação se o meu agir está ou não de acordo com Seu querer deve ser refletido pela determinação em obedecê-lo.
E aí minha amiga, a ilusão de que podem surgir outros cenários para nossa ação na Educação Cristã Batista em Minas Gerais continua, porque o que é mais importante, continua – a fé Naquele que nos chamou e a determinação de cumpri-la, independente das circunstâncias.
Abraço aos que são apaixonados por Educação Cristã e que volta e meia precisam de uma válvula de escape para se curar de desilusões, mas sem se esquecerem de que o foco é Deus e o combustível para chegar lá é a certeza do “para que fomos chamados”.
Meu sonho é que os educadores cristãos Batistas de Minas Gerais possam ocupar com dignidade o seu lugar nas igrejas, ainda nesta geração.
Senhorinha Gervásio.

terça-feira, 4 de agosto de 2009

HOMENAGEM AOS PAIS





Tem pai que ama, tem pai que se esquece do amor.Tem pai que adota, tem pai que abandona.Tem pai que não sabe que é pai, tem filho que não sabe do pai. Tem pai ...Tem pai que dá amor, tem pai que dá presente.Tem pai por amor, tem pai por acaso.Tem pai que se preocupa com os problemas do filho, tem pai que não sabe dos problemas do filho...Tem pai ... Tem pai que ensina, tem pai que não tem tempo. Tem pai que sofre com o sofrimento do filho, tem pai que deixa o filho esquecido.Tem pai de todo jeito.Tem pai que encaminha o filho, tem pai que o deixa no caminho. Tem pai que assume, tem pai que rejeita.Tem pai que acaricia, tem pai que não sabe onde está o filho que precisa de carinho.Tem pai que afaga, tem pai que só pensa em negócios.Tem... Tem pai de todo jeito!A todos os Pais, um carinhoso abraço! Deus Pai os abençoe! (autor desconhecido)

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Boas novas da ABATRIM


As boas notícias devem ser divulgadas.
Por isso divulgo aqui três notícias de participação da Associação Batista do Triângulo Mineiro em eventos da Denominação no mês de julho 2009.

1. Alguns jovens, juntamente com outros, de outras regiões do Estade de Minas Gerais e do Brasil participaram do trabalho missionário promovido pela Junta de Missões Nacionais nas chamadas TRANS.

2. Os Embaixadores do Rei participaram de um acampamento da organização em que os juniores e adolescentes ganharam algumas medalhas e o troféu de maior caravana.

3. Alguns jovens da Central de Uberlândia participaram do congresso da JUMOC em Vitória-ESanto.
É isso aí gente, a vida passa rápido como um vapor. Ter qualidade de vida, expressão em alta hoje em dia, é viver com sabedoria, investindo no crescimento cristão e na comunhão com Deus, buscando em tudo fazer a Sua vontade.

Ressalto a importância do apoio das igrejas na vida desses jovens, pois o investimento de hoje é bênção hoje e será amanhã, na vida do povo de Deus.
blogs interessantes para quem trabalha com crianças na igreja, fazendo-se uma seleção do que realmente é importante para sua realidade.

http://www.biblewonderland.co.uk/ (clicar em downloads+activities) .

Que você possa se colocar diariamente à disposição de Deus.

A vontade de Deus

A vontade de Deus é boa, agradável e PERFEITA.